Circuit Breaker

O que é ?

O circuit breaker é um mecanismo de proteção da turbulência nos mercados financeiros causados pela alta volatilidade. O acionamento desse mecanismo permite o amortecimento e o rebalanceamento das ordens de compra e de venda. O circuit breaker já foi acionado 17 vezes e o último acionamento ( no momento da escrita desse texto ) foi no dia 18 de maio de 2017 onde o mercado em reação ao cenário político brasileiro apresentou baixas expressivas enquanto o dólar disparava.

Regras de acionamento

  • Quando o Ibovespa atingir limite de baixa de 10% (dez por cento) em relação ao índice de fechamento do dia anterior, os negócios na B3, em todos os mercados, serão interrompidos por 30 (trinta) minutos;
  • Reabertos os negócios, caso a variação do Ibovespa atinja uma oscilação negativa de 15% (quinze por cento) em relação ao índice de fechamento do dia anterior, os negócios na B3, em todos os mercados, serão interrompidos por 1 (uma) hora;
  • Reabertos os negócios, caso a variação do Ibovespa atinja uma oscilação negativa de 20% (vinte por cento) em relação ao índice de fechamento do dia anterior, a B3 poderá determinar a suspensão dos negócios em todos os mercados por prazo definido a seu critério, sendo comunicado ao mercado tal decisão por meio da Agência de Notícias (ABO-OPERAÇÕES);
  • Todas as regras mencionadas anteriormente não podem ser acionadas na última meia hora de pregão.

Momentos históricos que acionaram o mecanismo

  • Crise asiática: 07 e 12 de novembro de 1997;
  • Crise russa: 04,10 e 17 de setembro de 1998;
  • Câmbio flutuante : 13 e 14 de janeiro de 1999;
  • Crise do subprime nos EUA: 29 de setembro de 2008 e nos dias 06, 10, 15 e 22 de outubro de 2008;
  • Delação da JBS envolvendo o presidente brasileiro Michel Temer: 18 de maio de 2017.

Referência

Posted in B3/BMF&BOVESPA and tagged , , .